Ads 468x60px

sábado, 4 de abril de 2015

Feminista Lola, que teria dito que Geraldo Alckmin também deveria ter morrido em acidente, alega inocência


Imagem: Reprodução Redes Sociais

Atualizado em 06/04/2015 às 01:41h.

Foi publicado neste blog um PrintScreen onde a feminista Lola teria feito os seguintes comentários a respeito da morte de Thomaz Alckmin, filho do Governador de S. Paulo, Geraldo Alckmin: “Deveria ter morrido o pai reaça dele também” e “Não choro por reaças”.

Este foi o print:

Imagem: Reprodução Redes Sociais 

Segundo o site CríticaPolítica.org, a origem da imagem publicada naquele site veio da página do Facebook "Esquerdismo é uma doença mental". Esta seria a imagem:


Já a imagem publicada neste blog foi copiada do próprio Twitter. Dezenas de pessoas estavam publicando e retuitando a mesma imagem, e a imagem foi copiada de uma das pessoas. Abaixo, podemos ver dois exemplos:


Embora saibamos que a feminista de gênero Lola vem incitando o ódio há muitos anos contra aqueles que defendem os direitos mais básicos de homens e meninos, que a Lola passe sua vida a atacar e demonizar esses mesmos defensores de direitos humanos, havíamos prometido que, caso a Lola quisesse contestar a imagem, ou tentar provar a invalidade da evidência, este blog também se colocaria à disposição para quaisquer retificações.

Segundo o site CríticaPolítica.Org, ela publicou o seguinte em seu twitter:


Apesar da Lola não ter pedido a este blog que retificasse a matéria, tivemos o bom senso de seguir o site "CríticaPolítica.Org" e corrigir a matéria.


2 comentários:

Postar um comentário