Ads 468x60px

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Mulher irmã do ex-presidente Lula comete crime, vai presa, mas é solta imediatamente!


Candidata em Cuiabá, irmã de Lula é detida por suspeita de boca de urna


 

A irmã do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e candidata a vereadora de Cuiabá (MT), Ledinalva da Silva Santos (PTB), de 56 anos, foi detida pela Polícia Federal, na tarde deste domingo (7). De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), a polícia recebeu denúncia de que ela fazia boca de urna, por volta das 14h (horário de MT), na Escola Municipal Marechal Cândido Rondon.

A polícia encontrou com a candidata panfletos e materiais de campanha, que foram apreendidos. Ledinalva foi encaminhada para a Casa da Democracia, prédio anexo ao TRE-MT, um dos pontos de detenção por prática do crime eleitoral da capital.

De acordo com o TRE-MT, a candidata prestou esclarecimentos aos juízes eleitorais e foi liberada em seguida. Ledinalva é servidora pública e trabalha na Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano de Cuiabá. Ela é evangélica e mora em um bairro de periferia.

A equipe de reportagem tentou falar com a candidata, mas o celular estava desligado. O presidente do diretório municipal do PTB, Lamartine Godoy, disse em entrevista ao G1 que conversou com Ledinalva após a detenção. Ela teria alegado que estava apenas com alguns santinhos em seu carro e negou que estivesse praticado boca de urna na escola.

__________
Disponível em: <http://g1.globo.com/mato-grosso/eleicoes/2012/noticia/2012/10/irma-de-lula-que-mora-em-cuiaba-e-detida-por-suspeita-de-boca-de-urna.html>. Acesso em 9. out. 2012

xxxxxxxxxxxx

Meu comentário: Nesse último domingo (7), tivemos eleições para prefeitos e vereadores em todo o Brasil. Procurei, de antemão, observar atentamente os casos de punição por "boca de urna". O fato é que centenas de homens foram presos por esse delito, enquanto mulheres faziam boca de urna livremente. E quando eram presas, eram soltas de forma imediata, como no caso acima. 

O mais enojador foi o fato de ela ter sido liberada "... sem sequer assinar um termo circunstanciado."

Mais um crime cometido por mulher e que é atenuado, não pelo fato dela ser irmã do ex-presidente Lula, mas pelo fato de ser mulher. 

Por outro lado, vejamos: Um candidato é preso por crime de boca de urna em Itapipoca, no Ceará. Um eleitor também foi preso pelo mesmo motivo na cidade.

Atenuar delitos e crimes cometidos por mulheres e punir homens até por mínimos delitos — essa é a ordem do dia das sociedades ocidentais, sobretudo da brasileira. 

Artigo V, Inc. I da Constituição Federal: quando a mulher está aparentemente em desvantagem, eles são seguidos inexoravelmente. Quando, de fato, o discriminado é o homem, eles se transformam em LETRA MORTA.

Um outro exemplo hediondo de discriminação é a forma de como a mídia trata os homens. No caso da mulher, a manchete do site faz questão de colocar que ela é apenas "SUSPEITA". No caso do homem, O MESMO PORTAL já decreta que realmente houve o crime.

Até quando nós homens iremos tolerar esse tipo de tratamento odioso para conosco?